Share
ShareSidebar


Que vida...




Se formos a ver a realidade a única coisa a que o homem se resume é a vida! Sem vida mais nada nos marcaria. A realidade é que corremos este mundo, sempre com pressa parecendo que vamos salvar muita gente, como se fosse-mos heróis à espécie de "Super Man", que resolvem tudo e correm contra o tempo.
A realidade é que nós somos puramente ludibriados com a rotina. Que apesar de essencial para existir-mos, precisamos de percorrer um caminho habitual, a rotina transformou-se na dor que nos inflige a vida tirando-nos a beleza da mesma, porque tudo passa tão depressa, e futilmente desprezamos os pormenores e matamos o mais belo da existência.
Ora, quem se perder entre os labirintos do habitual, do rotineiro, do já conhecido, pode sempre optar por um esgotamento ou depressão, ou tentar fugir a isto e ver um pouco do dom da vida
Não basta existir, é necessário viver, ter aquele brilho nos olhos quando olhamos para os outros, ou melhor sorri para quem nos passa simplesmente pela rua. como é raro ver alguém a rir pela rua adiante, seria chamado de louco.
Cobrimos-nos de costumes sociais, tabus que nos escondem a alma, como entrar num elevador e ficar em silencio, ou não falar da nossa crença, é incomodo, é desnecessário discutir. Porque sim, discutir não é gritar uns com os outros, discutir consiste no embate de ideias onde o enriquecimento é garantido de todos os participantes.
Andamos tão importados a definir o que é normal que nos perdemos na banalidade da maioria, e perdemos o carácter único de indivíduo que somos, único e irrepetivel, e acredito eu como dom do imenso amor de DEUS!
E depois destas coisas todas e ao contrario de muitos não vou ver a nova novela da TVI, ou ver uma novela ou jogo de futebol vou ver uma serie de médicos, e a realidade é que já nem gosto muito dos médicos!lol
Por fim vivam a vida, ela é tão curta!
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

Pedro disse...

olha...aki o louco gostou desdte post...ha muito tempo k ja nao via alguma luz nas tuas palavras....gostei imenso a serio....e concordo muito ctg....mas é sempre tao bom reencontrar a beleza do passado n presente...mm k so por breves instantes.....abraxo

juliana disse...

Não nos deixam vive-la!