Share
ShareSidebar


Volta aqui



Só te falta uma palavra, uma frase, uma certeza. A casa presa por teias de aranhas vindas da noite.
Hoje não dormi, sabias?
Queres lá saber... Não durmo nunca, arregalo os olhos de espanto ou desespero. Vejo as estrelas e o vento
(eu vejo o vento. dou-lhe beijos. ralho com ele)
noutros planetas. Pinto a escuridão em tons de vermelho. Corto os pulsos, tiro a tinta e relato a vida.
Boa tinta o sangue.
Hoje, a cama ali atrás, árvores segurando o céu, gente falando no passeio.
Ontem, a cama ali atrás, árvores segurando o céu, gente falando ...
Nada de novo debaixo do céu, só tu.
   (se me permitirem. pinto cavalinhos vermelhos, estrelas e namorados rodeados de corações)
E agora o que é que eu faço? Sons lembrando o tempo, conversas pendentes, planos sonhados.
Não dormi esta noite ... por favor volta!
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

zita disse...

Sonha... :) k é o melhor da vida real! Beija o vento e tudo k o envolve, enquanto é tempo; mesmo sendo só em sonhos!!! E n fiques de olhos arregalados, acredita, nada merece esse esforço.

Ângela disse...

Como alguém já disse: "nada se perde, tudo se transforma" ;)