Share
ShareSidebar


O pássaro



Tenho um pássaro lá fora que imita as pessoas que vejo na rua.
fez ali o ninho,
o malandro,
e olha-me todas as manhãs com indiferença.
Tenho um pássaro lá fora,
que de meu não tem nada,
a ver as nuvens correrem e que diz:
- olha o tempo ...
Tenho um pássaro lá fora a mudar de cor,
hoje é detective, amanhã é doutor.
nunca é o mesmo e ri-se amargamente disso.
Tenho um pássaro,
só um,
a fazer de espelho.
ele entra no meu sono a piar até eu perceber,
quão pássaro eu posso ser.
Comentários
1 Comentários

1 comentários:

Matt Córdoba disse...

Muito bom! Acho que em termos de beleza poética foi o melhor seu que já li, pois o ritmo é incrível.

Mais um ótimo post, Leandro. Parabéns!